Estou de passagem neste mundo,

Mas deixo aqui o registro de minhas palavras.

Eu sou o peregrino do tempo.


quarta-feira, 18 de março de 2009

CORAGEM PARA PEITAR E DIREITO DE OPINIÃO


Tem gente que passa a vida engolindo sapo, ou tem de fazer vista grossa, pisar em ovos, ser diplomático. Polido. Reprimido. Poucos podem se dar ao luxo de dizer o que realmente pensa. Mas Clodovil podia. Custasse o que fosse, Clodovil Hernandes podia se orgulhar de não se curvar a ninguém. Grande estilista, apresentador polêmico, deputado escandaloso, mas será lembrado por ser um desbocado charmoso. Um homem que se fez por meio da distinção de ser e fazer o que quis. Por isso eu o respeito e admiro.

"Digamos que uma moça bonita se ofendesse porque ela pode se prostituir. Não é o seu caso. A senhora é uma mulher feia".

CLODOVIL HERNANDES à deputada Cida Diogo, ao questionar sua opinião sobre a vulgaridade das siliconadas.

2 comentários:

cariello disse...

nunca gostei do moço agora defunto... nunca admirei nada do que ele fez. com tanta gente elogiando ele, me sinto na contramão da história, mas me mantenho agarrado à ideia de que ele era, no mínimo, impertinente...

Kizzy Ysatis disse...

admiro sua postura autêntica, e sua coragem, mesmo se ferrando, dizia o que pensava, mesmo processado não voltava atrás, mesmo despedido, não se curvava, volto a dizer, admiro sua personalidade e nada que ele tenha feito me importa tanto quanto isso.