Estou de passagem neste mundo,

Mas deixo aqui o registro de minhas palavras.

Eu sou o peregrino do tempo.


quarta-feira, 25 de março de 2009







A TRÍADE FOI CONCLUÍDA!


É com muito orgulho e felicidade que anuncio que o livro A Tríade foi concluído com sucesso!


Acabei de receber a informação de que Octavio Cariello, o nosso quarto mosqueteiro, o nosso D'Artagnan, terminou o livro, colocou o "the end" neste projeto que estava sendo escrito desde 2005. Agora, senhoras e senhores, com o perdão da palavra, Puxa! Levou quatro anos. Quatro anos! para concluir. E vocês verão que a demora valeu a pena. Que vale a pena, sim, esperar para se ter o melhor. Saber colher na hora certa é para poucos.


Deixarei abaixo um texto de Carlos Andrade, idealizador do projeto.



Como surgiu A Tríade?



É complexo dizer como uma idéia surge. Como professor, por muitos anos, procurei instigar os jovens a escrever, buscando formas diversas de criar oportunidades para a sua realização. No entanto, tudo que escrevi até o momento estava relacionado à produção acadêmica do conhecimento em minha área, embora tivesse vontade de me voltar para a produção literária. Fui sempre um apreciador da ficção e, numa noite, sonhei com três personagens que me fascinaram em minhas leituras: um Anjo, um Cavaleiro Templário e um Vampiro. Ao acordar sobressaltado e envolto nas imagens que ainda se refletiam do sonho, pensei em escrever sobre elas. Surgiu então A TRÍADE ©.



Convidei os escritores Claudio Brites, Kizzy Ysatis e, recentemente, Octavio Cariello (que entrou pra equipe por ter se apaixonado pelo projeto) para compartilharem comigo desse projeto. Assim cada um de nós assumiria um papel; visões diferentes que se envolveriam numa trama densa que ia da idade média aos dias atuais.



Parece não haver coerência na união dessas personagens. Elas sempre permearam espaços próprios ou singulares. Agora é a hora do encontro. Você pode imaginar o que poderá resultar desse encontro?



A Tríade entrará em cena brevemente e aproveitamos o momento para convidar-lhe, desde já, a conviver conosco nesse mundo no qual o consciente e o inconsciente se tocam; passado, presente e futuro se mesclam e o imaginário é construído como reflexo dos anseios e sonhos humanos.


(Carlos Andrade)

7 comentários:

Willian Rabelo disse...

Parece fenomenal, vamos aguardar.

Abraços,

W.

Douglas MCT disse...

Parabéns! A capa é linda e a história tem uma boa premissa... É aguardar pra confirmar!

Sucesso ao quarteto! ;)

Kizzy Ysatis disse...

Willian e Douglas

A Tríade foi muito pensada, foi muito divertido fazê-la. Lembro-me dos encontros semanais na Universidade para debater as idéias...

A criação dos personagens foi outra etapa bastante excitante...

Quando Octavio Cariello se apaixonou pelo projeto, descobrimos que tinhamos um clube, e ele elevou nossas pesquisas a um novo patamar de qualidade.

Esperamos mesmo que confiram A Tríade e vejam o que guardamos para vocês.
.

Claudio Brites disse...

tô aqui lendo...

Luciana Fátima disse...

Uiiiiii... que curiosidade!!!!!

Claudio Mor disse...

PARABÉNS AO QUARTETO!
COM CERTEZA SERÁ UM SUCESSO!

Denize Muller disse...

Amo todos os envolvidos no projeto, de ante-mão isso seria o suficiente para acreditar no sucesso do livro, mas além disto, há o fato de serem todos competentes no que fazem. Bjs
Kizzy, você precisa renovar a ÚLTIMA MORDIDA QUE ME DEU.