Estou de passagem neste mundo,

Mas deixo aqui o registro de minhas palavras.

Eu sou o peregrino do tempo.


quarta-feira, 19 de agosto de 2009


Lançamento V, minhas impressões (digitais?)


Foi tão rápido, falei com uma miríade de gente, lembro tudo em flashes.

O Cid ficou lá atrás, a maioria na mesa, eu não conseguia passar do meio e a garçonete fugia de mim não sei porquê.

Minha irmã deu oi e tchau. Dos amigos que não estavam trabalhando ou estudando, poucos vieram, mas veio a Lua e família, a Lílian, o Nê, este tá sempre, assim como a Joceli, que sempre veio, desde o 1º. Vieram mais fãs e convidados dos autores. Na próxima, volto a fazer no sábado, mas pela 1ª vez o Isaque, aquele do bar, ele veio, e veio com a família.

Do MCT cobrei a paulaner prometida, do Cid o livro prometido, o Solone se atrasou e nem a família chamou :-(

A Giulia estava radiante e oriental. O Sidemar era loiro e o Marcelo M. eu beijei.

Falei 2 segundos com o Luis Eduardo Matta e não sei se consegui dizer o quanto fiquei feliz de vê-lo.

A Flávia Muniz aparecia e desaparecia, a bruxa sabia ficar invisível. Luiz Roberto Guedes sondava. Camilo Vannuchi sorria. Cariello sorria e flutuava. Isaac não se cabia.

Thaissa fotografava, Zed fotografava, os twilighters fotografavam e o Adriano Siqueira fotografava o Lorde A.

Eu bebia e assinava, assinava e bebia. Lá fora, fumando, traguei uma caneta e rabisquei um livro com o fumo. "Me trás outra taça, perdi a minha". Mentira.

A Martha transitava alegre com a família como quem leva alguém num parque conhecido, mas selvagem.

O Draccon tava encolhido e não parava de autografar, na próxima lhe dou um carimbo.

O Vianco faltou, mas depois telefonou. A Liz Vamp apareceu e papeou.

O Nazarian disse que vinha e veio mesmo, e ainda trouxe as Sibilas pra eu assinar.

Assim também fez o Novello, que cismou que o chamei de barrigudo, agora vai se vingar na resenha, socorre-me Deus.

O Sasseron era o gato da noite, o Zed o mais bem vestido segundo Eric. O caixa vendia livros. O Carlos sorria. Um Preto sorria e o outro acenava.

Da Lizy tentei roubar a caneta, da Sevla consegui, mas ela lembrou. O Cobbi eu assediei como uma safada. E o Fábio Fabrício Fabretti, este eu arrastei pra balada!

3 comentários:

Twilight Universe disse...

Até os Twilighters estão na prosa.
Obrigada!!!
Tiramos fotos, mas nehuma ficou boa, as do Adriano ficaram melhores.

Bjokas
Lica

Rober Pinheiro disse...

Hahahahahahaha.

Adorei a resenha; só resta agora saber qual dos Pretos sorria e qual acenava.

Parabéns de novo pelo sucesso da noite.

Bjos.

P.S: na resenha, vc esqueceu de seu momento "Avada Kedavra"

iarashi disse...

Eu passei rapidamente pra não perder a oportunidade de comprar o tão esperado Território V [ que aliás, já li inteiro e adorei! ]. Consegui ainda finalmente autógrafo no meu Clube e no Diário, e ainda tirei uma fotinho pra poder colocar com legenda `meu atual escritor brasileiro preferido!`

beijos