Estou de passagem neste mundo,

Mas deixo aqui o registro de minhas palavras.

Eu sou o peregrino do tempo.


domingo, 12 de julho de 2009

DIA DO ROCK
kizzy ysatis desfila na galeria roqueira nos eventos do dia internacional do rock

24 horas

16:30

Ontem desfilei de saia e com uma capa que arrastava no chão. Há há há. Minha amiga Regina, dona da loja Profecias da galeria do rock me pediu pra desfilar pra ela. Claro que não avisei ninguém. Não queria que me vissem pagar esse mico. Mas no final vi que não foi mico nenhum, foi muito legal. E desfilei melhor que a Gisele, há há há. Várias lojas participaram. O da Profecias para mim foi o melhor. Montaram uma passarela, foi tudo muito bem organizado e documentado.


17:15
Depois fui ver meu amigo Ivan, dono da loja gótica Soulshadow, na outra galeria ali mesmo na rua 24 de maio. Tomamos uma cerveja e repus o estoque dos meus livros que estão lá à venda. Liguei pro Zed e descobri que a festinha da filha na casa da sogra ia durar mais que o previsto por conta da chuva. Adiamos nosso encontro em seu apto onde eu faria os ajustes nas imagens do território V.

18:30
Na saída da Soulshadow, trombei com dois adolescentes, um menino e uma menina, e confundi o menino com o funcionário da profecias. Era um clone! Quando descobri o impostor, já estávamos tomando uma cerveja num porão cheio de mesas de sinuca e videogames na rua São Bento. A menina, Tammy, pediu para tirar uma foto comigo. Foi a última foto antes de o celular descarregar, ficou nervosa sem saber se tinha conseguido, mas depois felicíssima por constatar a foto no aparelho. (vide a foto ao lado). De lá parti para Av Paulista, fui jantar.


20:45
Na rua Frei Caneca fiz amizade com duas gaúchas lindas e simpaticíssimas. Ainda tinha dois exemplares do Diário da Sibila Rubra na minha bolsa-carteiro e Melissa quis ver, pois lhe falei da história e ela adora Floripa. Comprou o livro e pediu autógrafo. Ótimo! Meu dinheiro estava acabando. Elas partiram e pedi outra cerveja ao famoso garçom Almir da Silva, O Zé das Medalhas do Bar Azul, tava todo exibido porque tinha ido ao programa do Jô havia dois dias.


21:50
Puxa, bem que eu podia esticar a noite numa festa, estou por aqui mesmo. Liguei para a Liz Vamp, mas caiu na secretária eletrônica. Então liguei para os parceiros, mas o Nê estava nas cobertas e Solone nem atendeu. Ah, quer saber, pensei, é hora de voltar pra casa, afinal tinha coisas a fazer.


22:09
Apareceu então o Krishna, amigo que me inspirou na caracterização física do personagem Montserrat do Clube dos Imortais. E até brinquei, Montserrat, há quanto tempo não o vejo. Ele estava com uma amiga de trabalho e ambos sentaram e a conversa foi próspera.


01:38
O Cid Vale Ferreira me ligou, ele está revisando o Território V e tinha umas observações importantes a fazer, Estou de carro, passo aí com a Gláucia em minutos, disse ele. Eu não estava preocupado com o horário, mas imagino que fosse muito tarde. O pai da amiga do Krishna passou pra buscar a filha.

02: 05
O Cid chegou e apresentei ele e sua namorada ao Krishna, que já estava de saída. O bar azul fechava. Cid comprou o outro exemplar do Diário e acabou me levando para a Toy Louge. Fazia anos que não ia naquela balada. Festa! Era tudo que eu queria, He He He. Outro dia passei na frente da Toy e saía de lá o Supla. Ele viu o Cariello e veio falar com ele. O Cariello, que já ilustrou um CD do cantor, estava comigo e me apresentou ao papito.

02:20
A Toy é uma ótima balada para quem curte rock de todos os sabores. Sentamos na mesa, trabalhamos um pouco no livro e, depois, fomos nos embriagar e dançar, porque ninguém é de ferro. Do balcão, um rosto bonito acenava pra mim, era meu amigo Dennis. Cid e Glaucia foram namorar. Depois de umas rodadas, risos e conversas, Dennis e eu fomos pra pista curtir a noite que ainda estava longe de acabar.




8 comentários:

Daniel Saes disse...

Eu já aqui estava como seguidor, mas venho oficialmente deixar meus préstimos ao blog.

Forte abraço do fan.

Dani Saes

Claudio Brites disse...

Catamos parabéns até ficar roucos. Com piano, sem piano...etc e tal. Mas aposto que você também ficou rouco, não?

Giulia Moon disse...

Hahahahahaha! 24 horas bem vividas, querido. Mais material para as suas memórias...
Beigius geladosssssss!

Rachel de Oliveira // Rafael Andrietta disse...

Eita fds baum.

Como assim sai pra desfilar e nem avisa?? rs

O meu fds foi bem menos agitado... a madrugada toda chamando pelo hugo, rsss (maldita batata fast-food)

So pessoas legais pelo caminho, e a bela Paulista que mesmo que nada aconteça, sempre traz algo pra memória.

Abraços
Rafael Andrietta

gui-de-bauru disse...

Boa noite, Kizzy.

Fiz menção às suas obras em uma crônica de minha autoria.

Um abraço!

http://taniasolitaria.blogspot.com/2009/07/os-sebos-bauruenses-e-o-vicio-literario.html

Abismo do Obscuro disse...

Kizzy,

Essa Toy Louge pode ser um bom local para eu incluir no meu roteiro de passeio em SP. Assim que eu tiver possibilidades quero me aventurar por 5 dias nessa cidade agitada e produtiva que move o Brasil.

Eita, agora até modelo você é, que maneiro. hehehe.

Abraços e sucesso cara!

Átila Siqueira. disse...

Oi, acabei de conhecer o seu blog, e gostei muito do seu espaço, bem como de seu trabalho literário.

Eu também sou escritor, e se puder, depois me visite também.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

Diego Fernando disse...

Kizzy!
Não sabia q vc tinha comentado d mim no seu Blog! Adorei!
Em breve vou preparar uma matéria sobre vc no meu Blog!
Muito sucesso é o q vc merece!
Vampirão!