Estou de passagem neste mundo,

Mas deixo aqui o registro de minhas palavras.

Eu sou o peregrino do tempo.


terça-feira, 9 de junho de 2009

Lua cheia em junho

Já de noite, quase meia-noite, chegava dos estudos – e, ao pular do transporte, me adentrar nos portões do condomínio, dobrei o dorso a contemplar o céu e alcançar Jesus com as mãos. A lua cheia me acudiu depressa num alô entusiasmado de sobrenatural encanto. O firmamento vinha todo escancarado, aveludado, vinha todo azul-cobalto. Mas que extraordinário tapete, pensei de salto. Eram nuvens esparramadas, unidas quais dunas desérticas a decorar a imensidão com dádiva lunar. E de novo pensei comigo, Não é planície é planalto, passar daquilo é despencar nas estrelas. Meu olho sorriu, de alegria e orgulho, por ser tão escuro, pequenino e puro, e ainda assim capaz de bater tamanha maravilha. Passeei a vista (rasa de lágrima) na grandeza divina – e junto à grade de casa me curvei. Não em prece mas com pressa, correr a mão no bloquinho, despejar emoção de pouquinho. Munido de caneta, entregar estas linhas que confessam a beleza que testemunhei no palco real. Um espetáculo de gloria em cobalto espectral.
kizzy ysatis
são paulo, 08 de junho de 2009

5 comentários:

Simone disse...

Kizzy
Mui me enternece saber que a mesma lua que costumo buscar no firmamento, ela que às vezes me mostra sua face plena de um gozo celestial e primitivo ou, oculta atrás de nuvens pardas a brincar de esconde-esconde comigo, também lhe sorri cheia de glória. Feliz eu fico também ao saber, meu amigo, que ambos, ao voltar dos estudos, acabamos por compartilhar os mesmos costumes. Garanto que nem todos acham normal sentar-se ao meio-fio às onze da noite. Bom, mas anormal, para mim, é aquele que olha tanto para o chão, ao ponto de já ter se esquecido o que é contemplar a lua. Beijos.
Simone Anton

Su disse...

Concordo com você!
A lua estava especialmente bonita por esses dias.
Essa noite até sonhei com ela. Claro, que a lua do meu sonho estava mais bonita. Como eu queria que a lua cheia parecesse tão grande e presente no céu como aquelas nos nossos sonhos.

Mara Toledo disse...

Obrigada por passar pelo meu blog.

Aqui é um lugar bastante interessante também!!

Abraço

Mara Toledo.

Andy disse...

O mais interessante disso tudo é saber que ainda existem pessoas que tiram um tempo para registrar as pequenas coisas, os detalhes que muitas vezes deixamos passar despercebidos no dia-a-dia de correria que é a vida de universitário... Detalhes esses que fazem toda a diferença para uma noite muito mais completa!!! Já fiquei fã do seu blog. Na expectativa de começar a ler "O Clube dos Imortais"!!!

Até agosto espero ter lido "Diário de Sibila Rubra" e mal posso esperar pelo livro de contos...
Só de ver o nome da Flávia Muniz entre os autores selecionados já me empolguei demais!

Grande abraço para vc Kizzy!

Martarella Sirena disse...

Qué luna tan linda y siempre misteriosa...